Racional

Uma trajetória de reinvenção

Desde sua fundação, em 1971, a Racional Engenharia se tornou conhecida pela capacidade de inovar e, com o conhecimento acumulado, se reinventar sem mudar sua essência.

Nossa atuação também sempre foi inspirada nos conceitos de racionalização das construções e na busca incessante por novas formas de atuar e construir. Ao mesmo tempo, sempre tivemos uma obsessão pela dimensão estética – tanto na busca pelo belo quanto pelo sentido mais amplo da palavra, que remete à ética. Com isso, buscamos coerência entre nosso discurso e prática.

Esse espírito desbravador se manifestou no pioneirismo da introdução de diversos processos construtivos e, principalmente, no desenvolvimento de seu próprio modelo de gestão.

1969

Newton Simões se forma em engenharia civil pela Faculdade Politécnica da Universidade de São Paulo. Durante o curso, apaixona-se pelos processos de racionalização e produtividade na construção civil.

1971

Newton ingressa na pós-graduação em administração de empresas da Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Além de descortinar um novo universo de conhecimento, esse curso também ajuda a despertar o seu desejo por novos modelos de gestão.

Em 1º de dezembro, os sócios formalizam o contrato social da nova empresa: a Racional Engenharia Ltda. O nome escolhido representa inconscientemente a obsessão pelo ato de "engenheirar". Uma sala alugada no centro de São Paulo recebe o primeiro escritório.

Com o objetivo de levar os conceitos de racionalização para o universo da construção civil, Newton Simões e mais três amigos criam uma empresa que se tornará muito conhecida justamente pela implementação de tecnologias construtivas inovadoras. O momento é extremamente favorável: o setor industrial brasileiro estava em franca expansão.

1972

Após alguns projetos residenciais e um ou outro edíficio de escritórios, a Racional é contratada para construir em Araras, interior de São Paulo, seu primeiro projeto no setor industrial: a Sucorrico S.A. Indústria e Comércio.

Sucorrico S.A. Industria e Comércio

A Racional é a precursora da pré-fabricação no Brasil, com um modelo próprio de produção. Por meio dele, sistemas e equipamentos são desenvolvidos com um perfil mais tropicalizado, e proporcionam sucesso à empresa já em seus primeiros 10 anos de atuação.

1973

Conquista do projeto de contrução da usina de açúcar Abraham Lincoln, localizada no Km 92 da recém aberta Transamazônica. Para realizar o projeto, a Racional constrói também uma estrada e um porto para chegar até o local de construção. A usina é o primeiro empreendimento instalado na região, um grande feito para uma empresa iniciante.

1974

A construção da fábrica Dabi Atlante S.A., em Ribeirão Preto (SP), é uma obra significativa para a história da Racional: tanto o edifício industrial quanto o administrativo são inteiramente concebidos e executados em pré-moldados, empregando a tecnologia inovadora criada pela empresa.
Com o objetivo de racionalizar cada vez mais os processos construtivos, os engenheiros da Racional aperfeiçoam essa tecnologia para usá-la em todo o Brasil. Com isso, a empresa cria um processo em que a pré-fabricação das estruturas se executa no próprio canteiro, independentemente de onde a obra esteja. Ou seja, o produto é fixo, mas a fábrica é móvel.

Fábrica Dabi Atlante S.A.

Desde o início, o DNA da Racional é formado por meio de uma visão mais complexa na integração da engenharia e construção. Para se ter uma ideia, um fluxograma criado em 1974, que mostra as várias atividades assumidas pela Racional no planejamento, construção e implantação de um empreendimento, foi resgatado no ano de 2014, com conceitos que se aplicam plenamente à estratégia dos dias atuais.

1975

A Racional se muda para um prédio próprio, que ergue na Rua Eugênio de Medeiros, 242, no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

Tão logo se muda para a nova sede, a Racional contrata o escritório de arquitetura Cauduro & Martino Associados para cuidar de sua imagem. Cauduro cria uma marca em que o nome da empresa já se revela no seu logotipo. A orientação pela clareza e pela estética presente nele influencia a gestão da empresa até hoje.

1979

A Racional constrói o Club Méditerranée, em Itaparica, na Bahia, um complexo turístico cinco estrelas. É uma obra de difícil execução, e a Racional enfrenta dificuldades de logística e escassez de materiais características da época e local.

O governo federal cessa a concessão de juros subsidiados para a construção no setor industrial. Com isso, a Racional começa a olhar para novos mercados, incluindo shopping centers, hospitais e hotéis.

Club Méditerranée

1980

A crise econômica ao final da década de 70 atinge o ramo industrial, fonte da maioria das obras da Racional. Mesmo assim, sem nunca abandonar sua origem, a empresa trabalha em diversas obras industriais, com destaque para duas que saíram ao mesmo tempo: Rhodia, em São Bernardo do Campo (SP), e Union Carbide, em Cubatão (SP).

O programa nacional Proálcool é um grande alavancador de obras no País. A partir de 1979-80, com a segunda crise de petróleo, novamente foram concedidos elevados subsídios para a construção de destilarias. No âmbito do programa, a Racional construiu dezenas de usinas de álcool em São Paulo, Minas Gerais, Maranhão, Goiás, Paraná e Mato Grosso. Entre elas, a Vale do Verdão, a Nova União, a Coavi e a Balbo. Outras grandes obras realizadas durante o crescimento explosivo da indústria brasileira: Permetal, IBM, Bombril e Coca-Cola.

IBM do Brasil Ltda.
Pão de Açúcar - Loja nº 1

No processo de busca de novos mercados, a Racional conquista a conta do Grupo Pão de Açúcar. A construção do novo conceito de hipermercados é desafiadora por conta dos prazos extremamente curtos, em geral 100 dias para lojas com cerca de 25 mil metros quadrados.

1981

Constrói o primeiro shopping em Ribeirão Preto (Ribeirão Shopping) e o entrega um mês antes do prazo. Atendeu tão bem à Multiplan, que este se tornou um dos clientes mais fiéis até hoje.

A Racional se muda para o Km 14,2 da rodovia Raposo Tavares, São Paulo, onde permaneceu por quase 25 anos. O objetivo da mudança foi estabelecer uma sede mais espartana em um local que pudesse abrigar as operações de forma mais integrada, incluindo o seu parque de equipamentos. Criou uma coleção de arte contemporânea que se contrapunha ao ambiente minimalista do novo escritório, com o objetivo de provocar e desenvolvolver senso estético aos seus colaboradores.

Antiga sede Raposo Tavares

1983

Durante a construção da nova sede da IBM em Belo Horizonte, a Racional realiza um concurso entre artistas plásticos locais para levar a expressão deles aos tapumes das obras e assim solucionar o problema da poluição visual de forma criativa. Nos canteiros da nova sede e do Centro de Distribuição da C&A em Alphaville (Barueri, SP), os tapumes passam a ostentar enormes elefantes brancos que, criados por Guto Lacaz, fazem uma divertida analogia da obra como elefante branco na vizinhança.

1985

Constrói para a Sadia um centro logístico para congelamento em Paranaguá (PR), desempenhando o papel de Design & Builder. Nessa obra inédita, executa uma treliça pré-fabricada em duas partes, com um vão de 38 metros, protendida após a montagem.

A Racional é pioneira no desenvolvimento de ações de sustentabilidade para diminuir o impacto de sua atuação no entorno das suas obras. Por conta disso, cria o inédito processo de lava-rodas dos caminhões, usado pela primeira vez na obra do Colégio São Luís, na Av. Paulista (São Paulo).

1986

É implantado o Plano Cruzado, primeira tentativa de estabilização da moeda, quando o congelamento de preços promove um enorme desequilíbrio dos mercados.

1987

A Racional desenvolve seu Programa Trainee para fortalecer sua cultura de gestão. É um programa pioneiro no setor da construção civil no Brasil – e que permanece até os dias de hoje.

Implanta o pioneiro programa Educar é Crescer, instituído nos canteiros de obra para que todos os operários possam estudar. No início, ele promove cursos de alfabetização que permite a muitos alunos alcançar o nível universitário. Já formou mais de 3.500 colaboradores.

Formatura do Programa Educar é Crescer

1989

Construção do Shopping Pátio Paulista, uma obra emblemática, além de um enorme desafio tecnológico. Enquanto a tradicional loja Sears funcionava, as antigas fundações iam sendo substituídas por outras novas e profundas. A inédita transferência de carga de um pilar para outro provisório, enquanto se construía uma nova estrutura, mereceu menção em revistas especializadas na França.

Shopping Pátio Paulista

1990

O Plano Collor congela parte de todas as contas-correntes e cadernetas de poupança. A Racional tem 80% de seus depósitos overnight (tipo de investimento feito de um dia para o outro) nessa situação. Mesmo assim, a empresa consegue concluir obras como as dos shoppings West Plaza e Aricanduva.

Shopping Aricanduva
Shopping West Plaza

A empresa introduz novos conceitos no mercado brasileiro como engenharia de valor, gestão de custo e a modalidade Preço Máximo Garantido (PMG).

1990 1994

Entre o Plano Collor e o anúncio do Plano Real, a Racional conclui obras importantes como a instalação da Kaiser em Jacareí (SP), a construção de outra unidade industrial da cervejaria em Ponta Grossa e uma série de shoppings centers, como o Plaza Sul, SP Market e os já citados West Plaza e Leste Aricanduva.

Kaiser Jacareí

1995

A construção do BankBoston é marcante no desenvolvimento do novo modelo de gestão da Racional, o qual apresentava serviços de engenharia e pré-construção integrados à construção, dando forma estruturada à modalidade de contratação CM@Risk.

BankBoston

1997

Construção dos novos estúdios de jornalismo da Rede Globo, na Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, São Paulo. Esse contrato consolida o modelo de contratação Design & Builder.

Rede Globo de Televisão

1998

Implantação inicial, expansão e adaptação de instalações da montadora Ford de Camaçari, Bahia. Neste Projeto a empresa desempenha o papel de CM@Risk.

A Racional é a responsável pela obra da sede do Grupo Pão de Açúcar, desde a execução dos projetos, engenharia e construção do empreendimento, com três subsolos e pavimentos diferenciados.

Construção da fábrica da Philip Morris, em Santa Cruz do Sul (RS).

Ford Camaçari

1999

A Racional constrói fábrica para um dos maiores complexos agroindustriais do mundo, a Perdigão, na cidade de Rio Verde, em Goiás. A obra viabiliza a ampliação de 30% da capacidade produtiva da empresa até então.

Fábrica da Perdigão

2000

Conquista o Prêmio Ford ao atender às rígidas exigências da montadora:

  • Prêmio Brasil: Fornecedor do Ano

  • Prêmio Internacional: Gold World Excellence Award. Newton Simões recebe a premiação das mãos do presidente mundial da Ford, em Detroit.
Evento de entrega do Prêmio Internacional: Gold World Excellence Award

Construção do Teatro Abril (hoje Teatro Renault), em São Paulo, marcada pela combinação do restauro de um edifício histórico e tombado com a construção de uma nova sala de espetáculo que alia a beleza da arte à modernidade e tecnologia.

Resultado da evolução da expertise da Racional, o serviço de pré-construção é adicionado definitivamente ao portfólio como grande diferencial competitivo de mercado.

A Racional é pioneira na introdução deste conceito no mercado nacional.

Algumas auditorias começam a ser implementadas no ano 2000 (Sistema Integrado de Gestão). Também é implantado o Sistema de Gestão Ambiental, voltado para os canteiros.

É criado o Programa Política da Boa Vizinhança para estruturar os canais de comunicação entre a obra e o entorno. Em formato de café da manhã, o evento promove o diálogo da empresa com os moradores, esclarecendo a dinâmica da obra, apresentando a equipe de trabalho e ouvindo as sugestões da comunidade. Durante a execução do projeto, diversas ações são concretizadas para mitigar os impactos da construção à vizinhança em termos de barulho, poeira, trânsito de caminhões e pessoas, entre outros.

O programa Educar é Crescer passa a oferecer o Curso de Inclusão Digital. São cursos modulares de três meses, destinados tanto a alunos iniciantes quanto àqueles que querem aprimorar seus conhecimentos em informática. Podem frequentar as aulas colaboradores da Racional e das empresas subcontratadas.

Datacenter Tivit

2001

As obras para edificações de Missão Crítica exigem a assimilação de novas tecnologias. São projetos de alta complexidade para conceber um prédio onde nada pode falhar, como datacenters, indústrias de semicondurores e hospitais, edificações que precisam ser 100% monitoradas o tempo todo.

Neste ano a Racional executa as obras do primeiro datacenter para hospedagem da Tivit (ex-Optiglobe). A construção dessa sede está entre as mais modernas e seguras tecnologias em IDCs, projetadas para operar com 100% da capacidade, em regime 24x7, em sistema redundante.

O sistema elétrico está capacitado com geradores de porte industrial, sistema UPS de energia ininterrupta, salas dedicadas de baterias e cinco subestações elétricas.


2002

Recebe o prêmio Top de Ecologia, concedido pela ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil). No ano seguinte, a empresa conquista novamente este prêmio.

2003

A Racional ganha a concessão para construção e exploração de um Centro de Convenções e duas torres corporativas no Rio de Janeiro.

A partir de então, passa a oferecer a estruturação de operações no modelo build-to-suit: execução de obras sob medida, no formato de contratos de locação de longo prazo.

Nesse regime, a SulAmérica contrata a Racional para construir e locar sua nova sede no Rio de Janeiro.

Sede da SulAmérica
Hotel Fasano

Execução do Hotel Fasano, em São Paulo, um Hotel Boutique, caracterizado pelo alto padrão de qualidade. Neste Projeto, a Racional assume o papel de CM@Risk.

Ao erguer o edifício Torre Almirante, no Rio de Janeiro, com mais de 60 mil m² de área construída, um dos desafios era a imensa quantidade de entulho que a demolição parcial da construção antiga (o Edifício Andorinha) geraria. Solução: processar cerca de 10 mil m³ de entulho e reciclá-los para produzir blocos de concreto, telhas, ladrilhos, elementos pré-moldados leves e outros itens. Parte considerável desses elementos foi doada ao estado do Rio de Janeiro para realização de construções de caráter social.

Criação do ciclo de palestras Lições Aprendidas, com estudo e transmissão do conhecimento sobre a tecnologia aplicada nos Projetos.

2004

A Racional muda sua estrutura piramidal para o Modelo Nuclear, horizontal, no qual os Núcleos são liderados pelos principais executivos da empresa. No centro está o cliente, figura ignorada nos organogramas tradicionais.

Participa de importantes equipamentos sociais da cidade de São Paulo, tais como, MASP, MUBE, Teatro Augusta e a ONG Nova Atitude. Em seguida, executa a readequação da Galeria Prestes Maia, transformando-a em um novo centro de exposições voltado a eventos de moda e alta-costura.

Galeria Prestes Maia

2005

Troca o espaço da Raposo Tavares pelo Condomínio Millenium, na Vila Olímpia, um empreendimento incorporado e construído pela Racional.

Com o aquecimento da economia, todo o mercado cresce, mas a Racional mantém o foco no crescimento planejado, consistente e sustentável.

Condomínio Millenium

2006

O Edifício Cidade Nova, no Rio de Janeiro, é construído sob o regime built-to-suit. Este é o primeiro edifício comercial a conquistar a certificação LEED no Brasil, fato que marca o pioneirismo da Racional na execução de construções sustentáveis.

Edifício Cidade Nova

A construção do Centro Tecnológico da Mahle, dentro de uma área de preservação ambiental (APA) na serra do Japi, em Jundiaí (SP), requer cuidados peculiares para não interferir no habitat local.

Centro Tecnológico Mahle

Por uma década, executa diversas atividades para a Ford, desde a elaboração de projetos de engenharia até a construção do complexo industrial em Camaçari (BA). O sistema de gestão da montadora exige processos de reaproveitamento de todos os resíduos na própria obra.

Recebe o certificado Q1 Award: Prêmio de Qualidade Ford, e está habilitada a participar de qualquer planta industrial da empresa no mundo.

2007

A partir da experiência na implantação nas ISOs 9000 e 14000 e na OHSAS 18000, e inspirado no PMBOK, surge um modelo inédito de gestão de Projetos: o Programa Racional de qualidade e desempenho (PRqd). Esse modelo estabelece a governança operacional adaptada à realidade da empresa e ambiente de negócios.

Fábrica da Sadia

2008

Constrói a nova fábrica da Sadia, em Lucas do Rio Verde (MT), empreendimento pioneiro no segmento agroindustrial da região, que se torna o principal polo de integração agroindustrial do País.

Parque logístico Centeranel Raposo

O parque logístico Centeranel Raposo, com 107 mil metros quadrados de área construída, construído e operado pela Racional, desponta como referência do segmento, na qual a Racional se diferencia pela experiência, confiabilidade e localização.

2009

O Hospital Albert Einstein, para quem a Racional já executou as obras das Unidades Avenida Brasil, Alphaville e Francisco Morato, a contrata para a construção da 1ª e 2ª fases do Prédio 1, no Morumbi, com área construída de 67 mil metros quadrados. Obra de número 500 da empresa, é considerado um dos maiores projetos hospitalares já implantados no País, com elevados padrões de qualidade e desempenho.

Hospital Albert Einstein
CEITEC

2010

O Prêmio ITCnet SustentaX reconhece a Racional como a construtora mais sustentável do País.

A Racional constrói a primeira fábrica de semicondutores do País para o CEITEC (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada), em Porto Alegre (RS).

Shopping Village Mall

Cursos profissionalizantes passam a integrar o programa "Educar é Crescer" de forma permanente, visando ao aperfeiçoamento técnico e profissional dos operários, nas áreas de assentamento de blocos, revestimento cerâmico, pintura predial, instalação de drywall, entre outros, oferecidos em parceria com o SENAI.

Prêmio Seconci - SP

A Racional é premiada na 1ª edição do Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho, que reconhece as melhores práticas realizadas nos canteiros de obra localizados no Estado de São Paulo. Escolhida por unanimidade pelos jurados, a obra do Morumbi Corporate é a vencedora do Troféu Ouro, na categoria Prevenção e Orientação em Saúde Ocupacional.

2012

A Racional entrega para o Grupo Multiplan mais um grande empreendimento: o Shopping Village Mall, no Rio de Janeiro, que nasce com a proposta de ser um dos shopping centers mais sofisticados do País.

Construção do Datacenter Telefônica/Vivo, em Santana de Parnaíba (SP). Trata-se do primeiro datacenter da América Latina a obter a certificação LEED (categoria Gold), reforçando novamente o pioneirismo da Racional no desenvolvimento de construções sustentáveis.

Datacenter Telefônica Vivo

2013

Prêmio Seconci - SP

Em parceria com o SEBRAE-SP, SINDUSCON-SP e HM Segurança do Trabalho, cria o programa "Empreendedores da Construção", uma iniciativa pioneira e inovadora no segmento, que oferece curso de Formação Básica em Gestão de Negócios aos fornecedores. Em 2014, a empresa registra a marca do programa.

Na edição 2013 do Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho, outros quatro projetos executados pela Racional são premiados.

2014

A Racional entrega o Centro de Pesquisas Global da GE no Brasil, no Rio de Janeiro (RJ). Outro projeto entregue no mesmo ano: Hotel Hilton, localizado na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro - RJ).

Centro de Pesquisas Global da GE
3º Prêmio Seconci

No 3º Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho, a Racional recebe a classificação Ouro na categoria Controle da Saúde no Canteiro. Nas três edições do prêmio, a empresa conquista sete prêmios, em diferentes categorias.

1º Prêmio Seconci-SP de Meio Ambiente 2014. A Racional é premiada com Ouro no Gerenciamento Ambiental do Entorno da Obra.

Eleita a melhor empresa do setor de Construção e Engenharia no anuário Valor 1000, do jornal Valor Econômico.

Entrega o Centro Tecnológico Itaú, em Mogi Mirim (SP). Com 150 mil m² de área construída, em uma área de 815 mil m² – equivalente a 114 campos de futebol – é o maior datacenter da América Latina.

Centro Tecnológico Itaú
Projeto Sirius

A Racional inicia as obras da maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País. Batizado de Projeto Sirius (nome da estrela mais brilhante no céu), consiste no novo acelerador de partículas de 4ª geração do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), o mais moderno da América Latina, que está sendo desenvolvido pelo CNPEM (Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais), em Campinas, São Paulo. O empreendimento estará entre as obras civis mais sofisticadas já construídas no Brasil, com exigências de estabilidade mecânica e térmica sem precedentes, desafiando a engenharia brasileira. É mais um reconhecimento da capacidade técnica da Racional Engenharia em entregar empreendimentos de alta complexidade.

2015

Construção da primeira fábrica própria da Jaguar Land Rover fora do Reino Unido. A Racional assume o papel de Design & Builder, atuando desde a concepção arquitetônica, passando por todos os sistemas construtivos, instalações eletromecânicas, controles de acesso e até o paisagismo.

Tietê Plaza Shopping

O Tietê Plaza Shopping recebe a certificação LEED (categoria Gold). É o primeiro shopping center do Estado de São Paulo a conquistar a chancela de edifício verde.